domingo, 10 de julho de 2011

Azuis esverdeados


Falar sobre o que se sente é sempre muito difícil e não é para qualquer um. Não vou ser pretensioso me dizendo capaz de fazê-lo, mas com toda certeza direi o que sinto e como tudo balançou as minhas estruturas.

Gosto de falar da vida por simplesmente vivê-la e não há motivo maior para isso, e logo após ela, falo das pessoas que cruzam o meu caminho complicado e tortuoso. Sou um ser que observa, analisa e usa mais os olhos e ouvidos do que a boca para sempre adiantar os fatos e me preparar para encará-los, mas também adoro arriscar e sentir o gostinho da novidade e de não ter o controle das coisas. Foi isso que eu fiz. Nunca poderia imaginar que uma simples atitude impulsiva mudaria tanto os rumos da minha existência e agradeço muitas vezes por ter esse meu defeito (ou qualidade) nas minhas entranhas.

O amor transforma e nunca age da mesma maneira. É como se fosse uma bela e divertida brincadeira com um toque de seriedade, capaz de mexer de uma forma tão intensa que acaba acarretando incertezas junto à sensação de incrível bem estar. Eu sinto tudo isso nesse exato momento e confesso que é bom demais. Querer entender como o amor pensa e designa os fatos é uma grande perda de tempo, pois nunca saberemos como a “magia” funciona, só nos restando a melhor parte: Amar.

A dona dos cabelos loiros e olhos azuis esverdeados, que cruzou o meu caminho apenas uma vez, – literalmente falando – que fez meu músculo cardíaco acelerar tão intensamente, minhas pernas tremerem e meus pés se fundirem ao cimento da calçada, fez a minha vida ficar mais interessante a partir desse momento ímpar. Como se tudo ficasse em um silencio profundo e só se ouvisse seus passos sobre o aglomerado de poças d’água no asfalto e tudo estivesse em câmera lenta. Quem nunca sentiu isso na vida? Fazia tempo que EU não sentia.

Passo a minha vida toda querendo achar uma razão para ser útil, ajudando meus amigos e parentes, tentando estar presente quando sou solicitado em algum caso importante, mas sempre percebia que faltava algo para eu me sentir feliz e transmitir essa felicidade para outra pessoa. Uma única pessoa. E essa pessoa apareceu.

Parece que tudo muda de forma, o vento nos encontra de um jeito mais leve, o exterior não tem mais lá sua grande importância de antes. Tudo se foca em uma só pessoa e é ela que faz um simples encontro se tornar o mais esperado e faz também esse acontecimento ser memorável, único e especial.

A personalidade forte diz que virão desafios de todos os graus, mas que disse que eu quero facilidade? A vida nunca foi e jamais será fácil, pois ela sabe que obstáculos são feitos para serem superados e são eles que nos amadurecem e nos preparam para tudo. Mas eu penso e tenho certeza que farei tudo que estiver no meu alcance para que os problemas não cheguem a você, tentarei ser um escudo e te protegerei de tudo.

Eu gosto tanto de você. Possivelmente já deve ter percebido isso. Não sei como explicar, mas tudo que vem de você faz eu me sentir tão bem e tão leve. Todas essas sensações prazerosas e intensas que transmite para mim com uma facilidade impressionante são o que prendem o meu pensamento somente a você.

Meu coração está em suas mãos e quero que permaneça. Feche-as com toda a força que puder, pois não quero mais sair da sua vida, que já se tornou parte da minha. Minhas palavras são do fundo do coração e nelas estão toda a sinceridade do mundo.

Que bom que eu te encontrei, minha linda rainha. J

6 comentários:

Mylla Mariah disse...

- Concordo plenamente com cada palavra desse texto e gostaria muito de conhecer a digníssima. U_U

Pedro Maciel disse...

Acho que ela está mais perto de você do que imagina... ^^

Mylla Mariah disse...

- Eu é que não sei... U_U HAHAHA. Pedro, obrigada... Você faz com que eu me sinta única.

Pedro Maciel disse...

Você é única. Nada nesse mundo vai mudar isso.

Lari Rodrigues disse...

Que texto lindo! Apaixonado e apaixonante, se eu já não foss tão calejada pelos curtos amores que a vida me deu e tirou, diria que até da vontade de se apaixona.

Abraços!

Laísa Nascimento disse...

*-* que lindo !